Tipos de chá verde para tomar de manhã

Dentre as variedades de infusões que conhecemos, o chá verde é um dos chás mais consumidos em nosso país, já que uma de suas características, graças às suas propriedades que aceleram o metabolismo e estimulam a queima de gordura, é a ajuda no emagrecimento.
O outono e inverno chegaram este ano no Brasil com temperaturas congelantes e não há melhor maneira de manter o corpo aquecido e saudável de manhã que tomando uma boa caneca de chá. A Camellia Sinensis, que é a planta da qual se faz a infusão, passa por processos de vaporização, prensagem e secagem antes de chegar ao consumo. Ao contrário do chá preto, que também vem da mesma planta, esse chá do qual estamos falando não sofre oxidação quando processado, por isso mantém boa parte de suas propriedades e nutrientes que são benéficos à nossa saúde.

Quais são os tipos de chá verde que podemos tomar pela manhã?

Os tipos de chá verde são divididos em função de uma divisão culturalmente feita pelos orientais (japoneses, chineses e vietnamitas) baseada nas fases de colheita (verão e outono), composição por folhas grandes, misturadas com os talos, etc. Cada uma dessas divisões também recebe um nome e se diferencia pelo sabor. Vejamos os três tipos de chá verde mais encontrados no Brasil.
Sencha: esta infusão é a mais comum e a mais comercializada no mercado. É o clássico chá verde que encontramos em sachês ou em folhas desidratadas vendidas separadamente. O chá é bem perfumado e seu sabor equilibrado.
Ban-chá: neste caso, além do sabor, o processo de produção é diferente. As folhas da Camellia Sinensis não são colhidas jovens, portanto são mais velhas e amareladas pelo sol, aumentando a quantidade de minerais e propriedades que alcalinizam o sangue. O sabor dele é mais suave que o tradicional Sencha.
Genmaicha: o “chá de pipoca”, é elaborado com grãos de arroz tostados, agradável ao paladar dos que não gostam tanto do amargor do chá verde mais tradicional.

Como preparar?

Ingredientes: 2 colheres de sopa da erva para 1 litro de água.
Modo de preparo: Aqueça a água em um bule e, antes que ela ferva, coloque o chá verde para que aconteça a infusão e deixe repousar por 5 minutos. Quanto mais tempo as folhas repousam na água quente, mais elas podem queimar e mais amargo será o chá. Procure também não adicionar açúcar se sua intenção é consumir o chá verde em prol do emagrecimento.

Quais são as propriedades do chá verde?

A Camellia Sinensis tem componentes como vitaminas A, B2, C e E (polifenóis que lhe conferem um grande aspecto antioxidante), flavonóides e também uma dose moderada de cafeína e catequinas, que ajudam a gerar mais energia. São numerosos os minerais como cálcio, cromo, magnésio, ferro, cobre, sódio, selênio e potássio. Lembrando que estes nutrientes são mantidos no chá verde por conta de seu processo de produção, o que torna esta infusão a mais saudável de todas as outras provindas da mesma planta.
A infusão desta erva pode favorecer a eliminação do colesterol chamado ruim (LDL), previne doenças cardiovasculares, acelera o metabolismo, aumenta a saciedade, melhora o trabalho da insulina e até evita que as cáries apareçam nos dentes. É importante lembrar que se há caso de gravidez ou consumo de algum medicamento, não deixe nunca de consultar o seu médico para saber se o chá não irá interferir em nada.
Depois de conhecer os tipos de chá verde, as manhãs agora serão mais quentes e saudáveis. Se você já tem o costume de tomar o chá verde ou conhece outras variações da infusão, conte sua experiência!

Deixe seu comentário