Conheça 11 Estilos de Decoração e Inspire-se!

Conheça 11 Estilos de Decoração e Inspire-se!

mulher segurando uma paletaa de cores na mão

Decorar uma casa da maneira que mais reflete os gostos e personalidade de quem mora nela é a melhor forma de transformá-la em um lar. Porém, essa tarefa pode se tornar um pouco difícil, diante de tantas opções de cores, móveis e artigos decorativos que existem para compor um ambiente.

Por sorte, o mercado de design de interiores categorizou todos esses elementos em estilos de decoração, cada um com suas combinações específicas muito bem harmonizadas que refletem as mais diversas identidades.

Quer saber mais sobre eles? Neste post separamos as características dos 11 principais tipos de decoração e te ajudamos a descobrir qual é o seu. Continue a leitura e prepare-se para transformar seu lar!

O que são os estilos de decoração?

Os estilos de decoração de interiores são formas diferentes de compor a estética de um espaço — seja em apenas um cômodo ou no imóvel inteiro. Eles se diferem nas paletas de cores, mobília, elementos decorativos e até tecidos usados em cada um.

Dos inúmeros tipos, alguns se relacionam com períodos artísticos, históricos e até geográficos, enquanto outros são reinvenções de estilos já existentes ou mesclas de elementos de diversos tipos. Conhecer cada um deles é o passo mais importante na hora de criar a harmonia perfeita entre os componentes do seu ambiente.

Quais são os tipos de decoração? Conheça 11!

Apesar de existirem incontáveis formas de decorar um ambiente, todas elas se baseiam em características de um ou mais estilo de decoração, dos quais trouxemos os 11 mais utilizados. Conheça cada um:

1. Estilo Clássico

O estilo de decoração clássica é um dos mais antigos e populares dentre os tipos decorativos. Ele é um composto por elementos que remetem a riqueza, nobreza e monarquia, trazendo uma estética altamente sofisticada e luxuosa ao ambiente. As principais características desse estilo são

  • sala de estar com mesa escura de madeira no estilo clássic tons neutros – como branco e bege – em sua maioria, contrastados com dourado, bronze ou dourado;
  • mobília de madeira maciça ou metal com estética dramática, design colonial, bordas ornamentadas e bem detalhadas;
  • estofados com revestimento em couro ou tecidos pesados – como veludo – de alta qualidade, incluindo cabeceiras de cama;
  • cortinas longas com as mesmas cores de estofados e tapetes de textura grossa, tipo felpudo;
  • lustres, castiçais, grandes vasos com flores – principalmente rosas – e bandejas, espelhos com acabamento ornamentado;
  • uso de mármore em banheiros e cozinhas;
  • talheres e utensílios pesados, normalmente de cor prateada;
  • colunas que remetem a construções antigas, forro desenhado, rodapés e tetos detalhados;
  • piso de madeira que combina com a paleta de cores dos tecidos e mobília no ambiente.

Mesmo trazendo um certo “exagero” de informações, texturas e objetos ao espaço, o estilo de decoração clássica consegue harmonizar seus elementos muito bem. Por isso, até hoje, é um dos mais procurados por quem quer renovar a aparência de seu imóvel com muita elegância.

2. Estilo Retrô

A decoração retrô está entre as mais populares, principalmente entre o público jovem e adulto. Esse estilo é nostálgico e traz elementos modernos que fazem releitura de itens antigos — da forma da mobília às paletas de cores — com as décadas de 50 e 60 sendo as mais usadas como inspiração. Conheça os seus principais componentes:

  • sala de estar com sofá de couro marrom e estante de madeira retrôambientes coloridos, misturando tons pastéis com cores vibrantes — como laranja, rosa, verde, azul e vermelho;
  • móveis amplos, com pés de palito e formas orgânicas, normalmente arredondadas;
  • mesas de centro ou laterais;
  • eletrodomésticos coloridos e também arredondados, como geladeiras, torradeiras, TVs e afins;
  • estampas geométricas em roupas de cama, almofadas e em quadros;
  • pôsteres de filmes e álbuns de músicas de outras décadas;
  • luminárias e abajures com luz amarelada iluminando os cômodos de pontos variados.

Curtiu as características desse estilo? Que tal mergulhar um pouco mais nesse universo lendo nosso post completo sobre a decoração retrô? Por lá nós te damos ainda mais dicas de como incorporar esses elementos decorativos no seu ambiente!

3. Estilo Vintage

O estilo de decoração vintage é muitas vezes confundido com o retrô por também usar componentes de outras décadas para construir a estética do ambiente. A diferença é que o vintage utiliza itens realmente antigos que estejam em bom estado de conservação para decorar e mobiliar o espaço. Entenda suas características:

  • sala de jantar com armários de madeira, cristais e mesa de madeiramobília de madeira maciça, normalmente comprada em antiquários e lojas de móveis usados;
  • aparelhos de som, como vitrolas e rádios, com design antigo;
  • tons pastéis e itens coloridos misturados a móveis e estofados de tom mais sóbrio, como o cinza;
  • eletrodomésticos com aparência antiga — aqui também valem as geladeiras e torradeiras coloridas de formato arredondado;
  • papéis de parede florais ou com formas geométricas;
  • itens colecionáveis, como discos de vinil e fita cassete;
  • plantas em estantes, mesas de centro ou laterais, cozinhas e quartos.

Se você optar por esse estilo, com certeza, vai experienciar momentos nostálgicos dentro da própria casa, além de deixar o ambiente com um ar altamente aconchegante.

4. Estilo Moderno

Como o próprio nome sugere, o tipo de decoração moderna se contrapõe aos elementos decorativos antigos. Ele faz oposição ao excesso de informações do estilo clássico, com o intuito de trazer mais praticidade e funcionalidade ao ambiente. Suas principais características são:

  • sala com sofás de couro e móveis modernosmobília de linhas retas e simplificadas, com poucos ou nenhum adorno;
  • móveis planejados e embutido para otimizar o espaço;
  • cores sóbrias e neutras — especialmente cinza, marrom, bege e branco;
  • lâmpadas com luz branca para dar a sensação de amplitude no espaço;
  • cômodos integrados, com poucas paredes;
  • tecnologia como parte da decoração, aumentando a funcionalidade do imóvel;
  • poucos artigos de decoração, optando por uma estética mais “limpa”.

Uma boa maneira de apostar no estilo moderno é investir em uma casa inteligente, onde você pode conectar lâmpadas e aparelhos eletrônicos a aplicativos e dispositivos. Quer saber mais sobre? Confira o post completo que fizemos sobre o assunto!

5. Estilo Escandinavo

Inspirado nos lares de países nórdicos, o estilo escandinavo aposta na simplicidade e no aconchego de itens amplos para compor os ambientes do lar. Confira seus principais elementos:

  • sala com sofá branco de linho, cadeira de madeira e vasos de plantascor branca como base para toda a decoração, de forma monocromática ou com tons de bege para complementar;
  • iluminação natural com janelas amplas;
  • móveis e estofados amplos de cores claras para aumentar a luminosidade do ambiente;
  • tapetes e mantas de lã ou algodão para trazer mais aconchego ao espaço;
  • plantas em todos os cômodos;
  • mobília e decoração com aspecto orgânico e natural.

6. Estilo Boho

Outro estilo de decoração que aposta no aconchego é o boho, mas com uma pegada mais charmosa e menos minimalista. Ele é ideal para quem busca texturas, naturalidade e elementos étnicos para compor seu espaço. Os componentes que mais marcam esse estilo decorativo são:

  • ambiente com estilo boho, balanços de tecido, vasos e tapetes neutros tons terrosos formam a principal paleta de cores do estilo, complementada pelo branco e tons amarelados e alaranjados;
  • decoração étnica em estampas de tapete e almofadas, macramê, mantas de crochê e cestos de palha;
  • muitas plantas pela casa, das pêndulas aos grandes vasos no chão;
  • móveis com cara de madeira “crua”;
  • atmosfera orgânica, como se tudo tivesse sido produzido artesanalmente — o que normalmente é verdade, já que o artesanato é um elemento forte neste conceito.

Uma forma de trazer essa naturalidade para o ambiente é cultivando plantas em seu espaço. Aproveite para ler nosso post onde ensinamos a melhor forma de fazer um jardim em casa e comece hoje mesmo a trazer a natureza para seu lar!

7. Estilo Industrial

O tipo de decoração industrial teve origem entre as décadas de 60 e 70 em Nova Iorque, quando os moradores começaram a transformar antigos galpões em espaços residenciais, integrando sua rusticidade e brutalidade de forma altamente elegante. O que antes era exclusivo de apartamentos do tipo loft, hoje em dia virou todo um movimento decorativo com características, como:

  • pé-direito duplo, mezaninos e ambientes integrados, com pouquíssimas divisórias — exceto o banheiro;
  • preto e tons de cinza são as principais tonalidades de móveis e estofados;
  • piso e parede de cimento queimado, tijolos, vigas e tubulações à mostra na parede e teto;
  • móveis com estrutura de metal e bases de madeira rústica;
  • luminárias e lâmpadas pêndulas;
  • iluminação natural com janelas amplas;
  • plantas também fazem parte da decoração, trazendo vida ao espaço;
  • pequenos itens de decoração com cores quentes – principalmente amarelo – para contrastar com a sobriedade do resto da mobília.

8. Estilo Rústico

Muito parecido com o Boho, o estilo de decoração rústico se diferencia por trazer um toque de brutalidade que remete a cabanas e chalés de madeira. Ele também aposta em elementos aconchegantes e antigos para compor o espaço. Conheça seus pontos mais marcantes:

  • ambiente com janelas rústicas, mesa de madeira e muitos vasinhos de plantastons terrosos – marrom, bege, palha, argila – e branco;
  • móveis de madeira maciça com aparência antiga e até desgastada;
  • vigas de madeira expostas em paredes e teto;
  • tecidos de diferentes texturas em tapetes, mantas, cobertores, almofadas e roupas de cama;
  • diversas plantas distribuídas pelo ambiente;
  • itens de artesanato para complementar a decoração.

Quer conhecer mais sobre esse estilo? Confira nosso post completo sobre a decoração rústica, com dicas de como trazer toda a simplicidade e sofisticação dela para seu lar!

9. Estilo Oriental

O estilo de decoração oriental remete ao conceito decorativo dos países do oriente. Ele é muito inspirado no Feng Shui — uma técnica chinesa que visa trazer mais equilíbrio para a vida das pessoas. Para criar essa sensação harmônica, o estilo usa de elementos como:

  • sala com poltronas e sofás estampados e mesa de centro em madeiracores suaves, como cinza claro e branco, misturados a elemento de tonalidade verde escuro ou bordô;
  • mobília baixa, da cama à mesa. As cadeiras normalmente dão lugar à almofadas e futons;
  • móveis como divisórias para os ambientes;
  • sapateira próximo à porta de entrada da casa para deixar os calçados quando chegar;
  • plantas e fontes de água, trazendo a natureza para dentro do lar;
  • símbolos do Budismo, com estátuas de Buda e flor de Lótus.

10. Estilo Minimalista

A máxima do estilo de decoração minimalista é “menos é mais”. Ele se consolidou como conceito decorativo nos últimos anos, trazendo mais praticidade e uma organização simplificada para a rotina que se torna cada vez mais corrida. Conheça as características desse modelo de decoração:

  • ambiente com estilo minimalista, lareira, cadeiras de madeira e tapetes neutros cores claras e neutras, muitas vezes usadas de maneira monocromática;
  • móveis de design reto, com poucos ou nenhum detalhe;
  • estofados amplos e aconchegantes, de design moderno;
  • elementos funcionais — não há decoração sem uso ou em excesso nesse estilo;
  • cômodos fáceis de serem organizados;
  • luz natural, com espelhos que refletem a iluminação para todos os cantos do espaço.

A decoração minimalista é ideal para espaços compactos, como as cozinhas pequenas. Falamos um pouco mais sobre como decorar esse cômodo de forma otimizada e sofisticada em um post aqui no blog. Aproveite para conferir!

11. Estilo Eclético

Por fim, trouxemos o estilo de decoração eclético, um dos mais criativos e artísticos dos tipos decorativos. Ele é exatamente o que o nome sugere: uma mistura de elementos de diferentes estilos. O resultado é um ambiente impactante, harmônico e cheio de ousadia. Os componentes que marcam esse conceito são:

  • sofá neutro com almofadas coloridas, tapete geométrico e vaso paredes ou móveis de base clara, como se eles fossem a “tela em branco”;
  • estampas, texturas e cores misturadas em tapetes, almofadas, quadros e roupas de cama;
  • mescla entre elementos vintage e modernos;
  • contrastes entre mobília e parede;
  • muitos quadros na parede e plantas distribuídas pela casa;
  • banheiros e quartos com papéis de parede, dando vida e cor ao espaço.

Como descobrir qual o meu estilo de decoração?

Não existe uma fórmula mágica para descobrir seu estilo de decoração de interiores. A melhor forma de chegar a uma escolha é testar e misturar os diferentes tipos e seus elementos em seu ambiente, observando como você se sente. O que faz você se sentir bem será o seu conceito decorativo.

Independente de qual seja a sua escolha, o que importa é que você sinta que seu espaço reflita quem você é! Curtiu este conteúdo? Deixe seu comentário aqui para nós e aproveite para conferir nosso post sobre DIY decoração, onde trazemos 15 ideias práticas e geniais para transformar a decoração do seu ambiente!


Gostou do conteúdo? Então compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.