As melhores marcas de ar-condicionado

Para quem está escolhendo um ar-condicionado, decidir qual marca comprar pode ser um dilema e tanto. Quem nunca fez a pergunta “Qual é a melhor marca?”, ao comprar um produto? Afinal de contas, estamos sempre em busca do melhor. Infelizmente, é impossível definir qual seja a melhor marca, pois cada uma tem as suas particularidades. No entanto, alguns detalhes podem auxiliar a melhor escolha de acordo com as suas necessidades.

As principais marcas de ar-condicionado

Ao pensar em comprar ar-condicionado, não tem como não lembrarmos de marcas que já são referência no mercado. Veja abaixo as principais características de cada marca.

  • Consul – A Consul é uma marca bastante forte no Brasil, com mais de 60 anos de mercado. Com a premissa de desenvolver soluções inteligentes unindo tecnologia e design atrativo no mesmo produto. Uma das vantagens de apostar em um ar-condicionado Consul, é que a marca é do grupo Whirlpool Corporation, líder no setor de eletrodomésticos, além de ser a maior fabricante.
  • Elgin – Assim como a Consul, a Elgin também tem 60 anos de mercado e é uma marca já bastante conhecida. O foco do Grupo Elgin, é no bem-estar das pessoas e na preservação do meio ambiente. Além disso, trabalham com vários modelos de ar-condicionado, como split, piso teto, cortina de ar, climatizador, portátil, janela e multi split.
  • Electrolux – Com mais de 100 anos de existência, a Electrolux está presente em mais de 150 países e é uma das líderes mundiais quando se fala em aparelhos de uso doméstico e profissional. Seu foco é desenvolver produtos que possam atender as necessidades diárias das pessoas.
  • LG – Chegando aos seus 60 anos de mercado e atuação em 171 países, a LG está cada vez mais forte no segmento de ar-condicionado. A premissa da marca é a inovação, o estilo e a tecnologia digital.
  • Midea – A Midea chegou ao Brasil apenas em 2011, através de uma Join Venture com a Carrier – empresa fundada pelo inventor do ar-condicionado. Com foco em inovação em sustentabilidade, o portfólio da marca inclui as marcas Midea, Carrier, Springer, Toshiba e Totaline.
  • Samsung – Com quase 80 anos de existência, a Samsung é uma empresa mundial bastante reconhecida. Atualmente, vem se destacando no mercado de ar-condicionado com modelos inovadores e diferenciados.

Simplifica! Como escolher a melhor marca de ar-condicionado para minha necessidade.

Em qualquer compra, entender a necessidade que precisa ser atendida é premissa básica para que você faça uma boa escolha. É simples: existem consumidores de todos os estilos. Enquanto alguns valorizam a estética, outros buscam eficiência, ou economia, ou a melhor combinação de tudo isso. Sendo assim, vamos simplificar por partes?

DESEMPENHO – O desempenho de um ar-condicionado é medido através da sua potência de refrigeração e da capacidade, que é medida através dos BTUs, isso quer dizer que quanto maior o cômodo, mais BTUs o ar-condicionado deverá ter.

Nesse quesito, podemos dizer que a Elgin se destaca bastante. Sendo, inclusive, uma ótima opção para locais maiores, como escritórios ou grandes salas comerciais. Os aparelhos possuem até mesmo mais de 23.000 BTUs. Mas claro, por ser mais potente e ter uma capacidade maior, o preço acompanha isso. As opções ficam em torno de R$7.000,00. 

TECNOLOGIA – Com a tecnologia evoluindo cada vez mais, com os aparelhos de ar-condicionado não poderia ser diferente. Quando falamos em tecnologia para ar-condicionado, falamos principalmente em: baixo nível ruído, inverter, opção quente/frio, e outros.

Se tratando de tecnologia, LG e Samsung são as marcas que mais se destacam. Os aparelhos são inovadores e com um design mais moderno. Além das opções mais usuais como: inverter, opção quente/frio, os aparelhos também são equipados com tecnologias bastante funcionais. Uma delas é focada na limpeza do ar, reduzindo a presença de vírus, bactérias, ácaros e fungos nocivos. Outra funcionalidade interessante é o sistema para controle automático de temperatura e umidade durante a noite.

Você sabia? O ar-condicionado pode ajudar com problemas respiratórios. Confira! 

ECONOMIA – Quando falamos em economia, não falamos do valor investido ao comprar um ar-condicionado, mas sim na economia ao longo do tempo. Ar-condicionado geralmente é associado a um alto consumo de energia. No entanto, hoje temos aparelhos cada vez mais econômicos, alguns mantém a eficiência, outros não.

Apesar de parecer ser uma opção mais econômica, o ar-condicionado portátil não é uma boa opção para quem busca economia, pois ele consome cerca de 8% a mais que os modelos mais convencionais. Para quem busca reduzir ao máximo o consumo de energia com ar-condicionado, indicamos optar por aparelhos com função inverter (regula automaticamente a temperatura, sem necessidade de ficar ligando e desligando), que reduz em até 30% o consumo de energia. Além disso, é importante sempre se certificar de que o equipamento possui o selo Procel de eficiência A em consumo. Nesse sentido, temos a Philco, como uma marca interessante. 

Quer ver opções para comprar ar-condicionado? A gente Simplifica!

Deixe seu comentário