Julho é mês de pinhão – aprenda receitas

Você gosta de pinhão? Ao lado do amendoim e do milho, ele é um dos ingredientes mais famosos das Festas Juninas (e julinas) do Brasil. Utilizada tanto em receitas doces como salgadas, a semente, originária da araucária, ou pinheiro-paraná, divide opiniões. Mas saiba: se você não gosta muito de pinhão, está perdendo mais do que sabor.

Isso porque além de versátil e gostoso, o pinhão é muito saudável. Seu interior é formado por uma massa rica em proteínas, cálcio, ferro, fósforo e vitaminas A, B1 e C. Seu consumo deve ser moderado, já que a semente é rica em gorduras, porém, em uma porção que varia de 6 a 10 unidades diárias, ele ajuda a evitar o envelhecimento das células, fortalece os ossos, aumenta a energia, contribui para a circulação e um coração mais saudável, além de ajudar até a emagrecer.

Mas não é de hoje que o pinhão é um ingrediente apreciado e fundamental. Segundo pesquisadores e arqueólogos brasileiros, a semente já era consumida por populações indígenas no planalto sul-brasileiro há mais de 6 mil anos, tanto por seu sabor como por suas propriedades nutritivas.

Selecionamos algumas receitas que farão você se apaixonar pelo pinhão e incluí-lo em sua dieta diária. Confira:

pinhao-ao-chocolate

Pinhão ao chocolate

entrevero

Entrevero

arroz-com-pinhao

Arroz de São João

Doce de pinhão

Farofa de pinhão

Com essas dicas fica mais fácil incluir o pinhão na sua dieta, não é mesmo? E você, como gosta de saborear a semente? Comente!

Deixe seu comentário